Delegado Wellington participa de reunião com Prefeito e técnicos para discutir plano contra enchentes

Vereador Delegado Wellington participou na manhã desta sexta-feira (29), de uma reunião para elaborar plano de ação contra enchentes, “Programa Municipal de Drenagem Urbana”, que prevê a otimização do controle, operação e manutenção da malha subterrânea instalada e que implicará ao longo do tempo na economia de recursos financeiro. O município informou que também pretende criar até o fim de 2020 uma “sala de situação”, para monitorar e gerar dados sobre os efeitos da chuva em determinados pontos.

Durante o encontro entre o prefeito Marquinhos Trad, com o Vereador Delegado Wellington e demais Vereadores, além de técnicos da prefeitura e de especialistas da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), cuja ideia é ter a participação de todos na elaboração do Plano Municipal Contra Enchentes, visando um código de drenagem, com projetos e metas em curto, médio e longo prazo, apresentado pelo Engenheiro Marcos Cristaldo.

O Vereador Delegado Wellington parabenizou o Prefeito Marquinhos Trad pela preocupação da Prefeitura e manifestou apoio para o andamento do projeto.

“É um projeto técnico, arrojado, com uma visão de futuro, precisa e terá o apoio da Câmara Municipal, o principal aspecto que pude observar nesta reunião, é que a Prefeitura resolveu encarar este problema da falta de drenagem, problema este que sempre existiu, e não se trata apenas de um plano de drenagem, mas, sim, um plano de segurança pública, saúde pública, meio ambiente, sustentabilidade, em todas as áreas, pode ser verificado que atingirá diretamente, em segurança observamos na última tempestade um senhor que salvou a vida de uma criança, em saúde são doenças que proliferam por causa das águas, se encarado de fato essa problemática, das enchentes de Campo Grande, com certeza ficaremos muito satisfeitos, e esse é um plano de muitas estratégias, medidas estruturantes, porque sem planejamento não chegamos a lugar nenhum, espero que entre em vigor essas medidas, pois é um excelente plano de medidas em relação às enchentes”, destacou o Vereador Delegado Wellington.

O passo inicial, segundo o secretário de Obras, Rudi Fiorese, é contratar empresa para cadastrar todos os pontos com estrutura de drenagem em Campo Grande, detalhadamente. Depois, essas informações servirão para cruzamento com outros dados colhidos na rotina da “sala de situação”, a ser instalada no próximo ano.

“Estamos trabalhando no sentido de ter um instrumento para antecipar os alagamentos. Com antecedência, podemos informar a população e estabelecer um plano de ação para evitar prejuízos e riscos às pessoas”, explica o Secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fioresi.

Com cronograma inicial previsto de 18 meses, o Plano de Ações prevê a formação e treinamento de equipe técnica da Prefeitura em Drenagem Urbana; identificação, quantificação e análise de controle das áreas impermeáveis; implantação da Legislação de Controle; implantação de um Programa de monitoramento das microbacias; cadastramento das redes de micro e macrodrenagem urbana; gestão integrada de Drenagem urbana; implantação de Estudos e Projetos; obras e serviços de drenagem.

O monitoramento em dias de chuva apontará, por exemplo, duração dos temporais, locais com maior índice pluviométrico, mas não ficará só nos impactos pela cidade. A proposta é trabalhar como um sistema de alerta, assim como previsto em barragens, para avisar quando e onde vão chover aos moradores, Defesa Civil e Agetran, evitando prejuízos materiais e mortes.

“O que apresentamos hoje é a ideia para implementação de um instrumento moderno de planejamento que possibilite resolver, em um prazo pré-definido, os graves problemas de inundação que assolam a nossa cidade. O documento é ainda uma minuta do programa que será minuciosamente discutido com o legislativo municipal e sociedade civil organizada. Os alagamentos nos períodos de chuva são resultados da falta de planejamento nas últimas décadas gerando esse grave problema ambiental”, pondera Marquinhos Trad.

 

Sidney Araujo

Assessor de Imprensa do Vereador