Guarda Municipal detalha ações realizadas no antigo terminal rodoviário após solicitação do vereador Delegado Wellington

Em resposta ao requerimento 12/2020 encaminhado pelo vereador Delegado Wellington (PSDB), a Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande, através da SESDES (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) encaminhou um relatório anual detalhando as operações integradas realizadas no entorno do antigo terminal rodoviário, localizado na região central da Capital.

Conforme consta no relatório de 1º de janeiro de 2019 a 31 de janeiro de 2020 foram realizadas pela Guarda Metropolitana 4 operações integrada no entorno do antigo terminal rodoviário, visando a manutenção da ordem pública e prevenção de delitos com o intuito de coibir a pratica de delitos. Durante as operações foram realizadas abordagens de transeuntes e moradores em situação de rua, checagem online de documentações e banco de dados de dados nacional de criminosos em conjunto com as policias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros.

“O relatório detalhado comprou os esforços da SESDES, por meio da Guarda Civil Metropolitana na preservação da ordem pública, proteção e defesa dos residentes, transeuntes e comerciantes da região. Apesar do alto número de dependentes químicos e pessoas em vulnerabilidade social a segurança pública tem atuado de forma sistêmica e integrada com as demais secretárias”, avaliou Delegado Wellington.

As operações contaram com a participação da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), de Assistência Social (SAS), Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (SEMADUR) e de Infraestrutura (SISEP).

A Guarda Civil Metropolitana empregou em média 30 agentes de segurança por operação realizada em funções de bloqueio de trânsito, pontos estratégicos, abordagens e rondas. Além disso, a Guarda mantém pontos bases na região da antiga rodoviária e nas orlas morenas e ferroviária, com trabalhos ostensivos e preventivo com 16 agentes diariamente.

Foram realizadas ao todo 1.909 rondas preventivas durante o período de janeiro de 2019 a janeiro de 2020, que resultaram em várias prisões por crimes como furtos, roubo e tráfico de drogas. Outro resultado importante a ser citado é a quantidade de foragidos que foram reconduzidos a delegacia para cumprimento de pena, por se encontrarem com mandado de prisão em aberto. Foram conduzidas à DEPAC/Centro 183 pessoas para a adoção de providências pela autoridade policial (Delegado de plantão); e encaminhamentos por haver fortes indícios do cometimento de atos ilícitos.

Abaixo algumas imagens das operações: