Delegado Wellington enaltece trabalho da Delegacia da Mulher durante período de quarentena

Por conta do aumento dos casos de violência doméstica em razão do isolamento social, imposto como medida para frear o avanço do coronavírus, a DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) tem trabalhado incansavelmente na prevenção de crimes e acolhimento de vítimas. O trabalho foi reconhecido pelo vereador Delegado Wellington (PSDB), durante sessão ordinária na Câmara Municipal na última quinta-feira (14).

“Quero parabenizar a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, pelo excelente trabalho feito com coragem e dedicação pela Delegada Titular, doutora Fernanda Félix juntamente com outras nove delegadas, investigadores, escrivães e administrativo, que estão trabalhados diuturnamente neste estado de pandemia cuidando das questões de violência doméstica. Somente nos primeiros quatro meses deste ano foram feitas mais de duzentas prisões em flagrante envolvendo violência doméstica”, destacou Delegado Wellington.

De acordo com números da DEAM, em janeiro deste ano a foram registrados 687 boletins de ocorrência e 36 autos de prisão em flagrante. Em fevereiro foram 654 boletins registrados e 25 prisões em flagrante. Em março foram 602 boletins registrados e 32 prisões em flagrante. No mês de abril os números de boletins registrados caíram, mas o de prisões em flagrantes aumentaram, foram 549 boletins e 47 prisões em flagrante.

Registros e denúncias: A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul possibilita o registro online de boletins de ocorrência para este tipo de crime. A ferramenta está disponível na delegacia virtual, que pode ser acessada pelo site oficial da corporação (www.pc.ms.gov.br). Ao entrar o site, do lado esquerdo haverá o botão com o nome “B.O Online Delegacia Virtual”. Basta clicar e depois acessar o ícone “Registrar Denúncia”. Além do site, seguem ativos os canais de denúncia pelos telefones 190 e 180.